Artigos
Endometriose Intestinal

Como a endometriose atinge o intestino?

Essa é uma das perguntas mais realizadas pelas pacientes em consultório. São várias as causas que podem levar a endometriose se fixar no intestino, e a que melhor explica é a teoria de que a menstruação retorna pelas trompas (além de sair pela vagina, uma parte pode drenar para dentro da cavidade abdominal, chamada de menstruação retrógrada),e assim pode levar células do endométrio do útero para o órgão de dentro da cavidade abdominal, como o intestino.

Quais os sintomas de uma pessoa com endometriose intestinal?

Existem pacientes que não tem sintomas, porém a maioria delas apresenta sintomas similares à outras portadoras de endometriose, mas que não tem acometimento intestinal. Entre os sintomas mais comuns estão:

• Cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação;
• Dor pré-menstrual;
• Dor durante as relações sexuais;
• Dor difusa ou crônica na região pélvica;
• Fadiga crônica e exaustão;
• Sangramento menstrual intenso ou irregular;
• Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
• Dificuldade para engravidar e infertilidade.

A dor da endometriose pode se manifestar como uma cólica menstrual intensa, ou dor pélvica/abdominal à relação sexual, ou dor na região intestinal na época das menstruações, ou, ainda, uma mistura desses sintomas.

Quais exames conseguem detectar a endometriose intestinal?

O exame físico realizado por um profissional capacitado no consultório pode ajudar a encontrar lesões intestinais, além de exames de imagens. Os exames de imagens com melhor acurácia são a ressonância magnética de pelve e ultrassonografia para screening de endometriose profunda. Ambos os exames precisam ser realizados por médicos experientes, pois são poucos os profissionais que estão aptos para analisar as lesões características de endometriose em intestino.

Meu médico falou que tenho endometriose intestinal, preciso fazer cirurgia?

Nem todas as lesões de endometriose no intestino necessitam de cirurgia, depende muito do tamanho, localidade e sintomas da paciente.

A maior parte das lesões de endometriose intestinais se localizam no intestino grosso (reto e sigmóide). Nessa região do intestino, a lesão de endometriose precisa ser grande (geralmente maior que 4 cm, ou abranger mais que 40% da circunferência do mesmo) para conseguir causar algum risco de obstruir a passagem intestinal. Se a paciente possui uma lesão sem risco de obstrução do intestino, ela não precisa necessariamente realizar a cirurgia, apenas se o médico que a acompanha não conseguir controlar os sintomas de dor, ou se o mesmo desejar aumentar a chance de gestação espontânea ou na fertilização assistida em alguns casos.

As indicações para cirurgia da endometriose intestinal dependem muito da opinião do médico que faz o acompanhamento da paciente, e podem ser nas seguintes situações:

- Quando a lesão se localiza no intestino delgado (como íleo) e apêndice, devido risco de estenose ou não consegue descartar que seja outro tipo de lesão que não endometriose

- Quando a paciente apresenta queixas intestinais como sangramento ou alteração no tamanho das fezes

- Quando a lesão tem risco de obstrução intestinal

- Quando a paciente refere dor mesmo realizando tratamento medicamentoso

- Quando o médico avalia que a cirurgia pode aumentar a chance de gravidez

Então o que eu faço para saber se tenho essa doença?

Procure um médico ginecologista especialista nessa área, pois temos em nossa população um tempo médio 7 anos do início dos sintomas até o correto diagnóstico de endometriose.

 

CLÍNICA FECUNDITÀ
Av. Luis Eduardo Toledo Prado, 870
Torre 2 - Salas 319 e 320
Centro Empresarial Iguatemi
CEP 14027-250 - Ribeirão Preto - SP - Brasil
ATENDIMENTO
Segunda à sexta das 8h às 18h
+55 16 3911 8493
atendimento@clinicafecundita.com.br
© 2019. Clínica Fecundità.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Opção Comunicação